Questões a Fazer Antes De Realizar Um Rebranding

TOP 7 Questões a Fazer Antes De Um Rebranding

O nosso mundo está a mudar. Não deixe que a sua marca fique para trás, num cenário cada vez mais competitivo e digital. Uma estratégia inteligente para alcançar esse objetivo é realizar um rebranding. Tal estratégia envolve mudanças significativas na identidade da marca de uma empresa, incluindo o nome, logótipo, mensagem e imagem em geral.

Realizar um rebranding pode dar uma nova vida à sua marca, atrair um público mais amplo e criar oportunidades de crescimento. No entanto, antes de embarcar nessa jornada, é essencial ter em mente uma série de elementos para garantir uma transição bem-sucedida. Neste artigo, vamos explorar as 7 principais questões que deve considerar antes de fazer um rebranding, e uma série de dicas de como realizar um rebranding eficaz.

Sumário

Graphic design studio desk

1) A marca sofreu mudanças?

A primeira pergunta a fazer é se a sua empresa passou por mudanças significativas nos últimos tempos. Afinal, o rebranding é sobre refletir a evolução de um negócio. Avaliar as mudanças internas ajudará a determinar se um rebranding é de facto necessário e como o mesmo deve ser abordado. Se não houve mudanças significativas, realizar um rebranding será apenas cosmética.

Comece por examinar as principais mudanças na sua empresa, tais como o lançamento de novos produtos, expansão para novos mercados ou a implementação de um novo modelo de negócio. Se algum desses pontos se confirma, pode ser o momento ideal para considerar um rebranding e assim alinhar a imagem da sua marca a essas mudanças.

Avaliar se o nome atual da sua marca ainda faz sentido para o seu público-alvo. Por exemplo, se está a considerar uma expansão internacional, verifique o quão difícil é para as pessoas pronunciarem o nome da empresa ou dos seus produtos. Se for de difícil pronunciação, complicado de soletrar ou tiver um duplo sentido não planeado, será útil renomear a marca para que esta faça sentido no mercado externo.

Ao analisar as estratégias de branding e posicionamento de mercado dos seus concorrentes, é possível identificar lacunas e oportunidades para se diferenciar. Um rebranding permite dar à marca um caráter único e memorável. 

Adicionalmente, pode tentar prever quaisquer perceções negativas ou associações que possam estar a prejudicar o sucesso do seu negócio. Se a sua marca atual está ligada a práticas desatualizadas ou a uma reputação negativa, um rebranding ajudará a contornar a situação. Quanto mais positiva e impactante for a nova marca, mais memorável e fácil de recordar será.

A sua marca representa as novas tendências do mercado?  Um rebranding pode ajudar a criar esse alinhamento e melhorar o posicionamento estratégico.  Tenha em mente que compreender as novas realidades permitirá adaptar as suas estratégias de rebranding  para atender às novas necessidades do seu público-alvo. Veja aqui um projeto de rebranding feito para a comemoração dos 40 anos da marca FACOL.

project planning

2) O mercado mudou?

Num ambiente empresarial pós-pandemia, é crucial avaliar se o mercado mudou e como isso pode afetar a sua marca.

Além disso, entender o comportamento dos seus clientes é fundamental para determinar a eficácia das suas vendas. As preferências, expectativas e padrões de compra dos consumidores podem sofrer alterações. Se a sua marca não acompanhar essas novas necessidades, vai acabar por perder a corrida pela notoriedade. Recolha feedback dos clientes para obter insights sobre como o seu público-alvo percebe a sua marca e como esta se compara com referências nacionais e internacionais.

A concorrência desempenha um papel significativo na estrutura do mercado. Algumas questões a avaliar:

  • – Qual o espaço que a marca ocupa na mente do consumidor?
  • – Qual a primeira marca que vem à tona quando o consumidor pensa no seu 
  • – Existem novas empresas a entrar no mercado?
  • – Quais os concorrentes que se reformularam?

Um rebranding ajudará a que se diferencie dos concorrentes e fará com que a sua marca se torne única e memorável. Analisando o panorama competitivo, existe o desafio de identificar as áreas onde a sua marca pode sobressair e desenvolver uma estratégia de rebranding que a distinga das demais. 

Um rebranding bem executado ajuda a enfrentar quaisquer desafios do mercado. O avanço tecnológico e alterações regulamentares funcionam como oportunidades para transformações significativas. É importante avaliar o mercado na sua área, de forma a que a sua marca consiga antecipar a mudança, tal como nesse projeto de rebranding feito para a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia.

Computer screen

3) Qual é o orçamento disponível?

Tal como qualquer outro serviço, um rebranding requer recursos financeiros. Antes de mergulhar no processo, avalie qual é o orçamento disponível para o realizar, tendo em conta despesas como: 

  1. Desenho (logótipo + aplicações)
  2. Digital (implementação, com foco no mobile)
  3. Produção (suportes físicos)
  4. Promoção

Definir um orçamento é um passo crucial para planear e priorizar um rebranding de forma eficiente. Se o orçamento é limitado, explore estratégias de menor custo, tal como: um rebranding dividido em várias fases distribuídas ao longo do tempo; dissolver os recursos necessários no orçamento anual; reservar espaço no orçamento do próximo ano.

4) Quanto tempo levará a transição e como funcionará?

O timing é crucial quando se trata de um rebranding. Considere quanto tempo levará o processo de implementação e como este afetará as restantes operações. Com base nisso, desenvolva um cronograma detalhado que liste os principais elementos, tarefas e responsabilidades envolvidos na estratégia e comunique o plano de transição à sua equipa, para garantir um processo eficaz. 

Dependendo do tamanho do projeto, a transição pode levar semanas ou até meses. Ao planear cuidadosamente o timing e a execução das estratégias de comunicação consegue minimizar interrupções e maximizar a eficácia da transição.

5) A missão e a visão da empresa ainda fazem sentido?

É importante averiguar se a missão e a visão da empresa não estão desatualizadas, e se as mesmas são realistas para o cenário atual da marca e o futuro que a mesma deseja alcançar. 

Quando se trata de pensar num rebranding, estes dois fatores tornam-se ainda mais importantes. Na mudança da imagem, um dos pontos de partida vai ser olhar para a missão e visão da empresa – se precisarem de sofrer alterações, realizar um rebranding é a oportunidade ideal para comunicar essa mudança. Para que tal aconteça da forma mais eficaz possível, é necessário certificar que o rebranding está verdadeiramente alinhado com a missão e a visão da marca.

Design studio meeting room

6) Como posso tornar a minha marca mais próxima?

Num mercado cada vez mais volátil, manter uma forte ligação com os clientes é fundamental para o sucesso de uma marca. Um rebranding comunicado de forma eficaz, resulta num aumento da proximidade com os seus clientes. Isto é conseguido através da empatia e tendo em atenção a forma e o conteúdo da comunicação.

Ao compreender as preferências, demografia e as expectativas dos seus clientes, a empresa pode atualizar a identidade da sua marca para aumentar as suas vendas. Essa imagem de marca revitalizada atrai novos clientes e aproxima-se dos clientes existentes.

Além disso, um rebranding pode envolver a melhoria da experiência do cliente como um todo. Quando os clientes encontram uma experiência fluida e intuitiva em websites e espaços físicos, aumenta a confiança da marca.

Por fim, um rebranding envolve estratégias de marketing e comunicação abrangentes. Ao utilizar diversos canais, como redes sociais e e-mail marketing, garante a coerência ao longo de toda a comunicação da empresa. Uma comunicação coerente aproxima-se dos clientes e a marca atinge notoriedade.

Rebranding sketch for brand image
Rebranding project made by Ricardo Daniel for FACOL

O objetivo da mudança está bem definido? Qual o perfil dos novos clientes que deseja atrair? Qual a melhor altura para comunicar a mudança?

Identificar o objetivo orientará as suas decisões ao longo do processo. É importante ter uma compreensão clara do porquê do rebranding e do que a marca deseja alcançar. 

Certifique-se de que cada aspeto do rebranding comunica esses objetivos e que estes últimos estejam baseados numa razão sólida:

  • – mudou de instalações?
  • – expandiu a empresa?
  • – precisa de marcar uma data significativa?

Invista algum tempo, de forma a que a sua marca atual se alinhe com o objetivo, através do rebranding.

Conclusão

Fazer um rebranding é um processo empolgante e transformador. Estas 7 perguntas estabelecem uma base sólida para que o mesmo seja eficaz.

Compreender as mudanças internas da marca e do mercado, avaliar o orçamento, planear a transição, pensar na missão e na visão, focar na proximidade dos clientes e orientar o propósito do rebranding contribuirão para aumentar o seu volume de vendas.

Lembre-se de que uma abordagem cuidadosa e estratégica tornará a sua marca única, memorável e fácil de recordar. Aproveite a oportunidade para evoluir, adaptando a sua marca aos novos tempos.

PT