Os Melhores livros de design gráfico para iniciantes – Guia Essencial

Top 7 livros de design gráfico para iniciantes
Top 7 livros de design gráfico para iniciantes

TOP 7 Livros de Design Gráfico para Iniciantes

Queres aprender como desenhar logotipos, e desenvolver o branding de uma marca? Então estás no sítio certo.

Neste artigo, vais encontrar uma lista com os 7 melhores, e mais essenciais livros de design gráfico para iniciantes – de logos simples e minimalistas, até aos mais modernos, inovadores e memoráveis, vais encontrar tudo o que precisas para construir a identidade visual corporativa e o branding

.

Sumário

a) Por que é que a identidade visual é essencial para uma empresa?

b) Princípios do design de marcas e logotipos

c) Top 7 livros de design gráfico para iniciantes

d) Conclusão

Branding yellow magazine

Por que é que a identidade visual corporativa é essencial para uma empresa?

A Identidade de uma marca é essencial para que a empresa consiga diferenciar seus produtos e serviços da concorrência – É a representação visual e sensorial dos valores, da personalidade, e de características únicas da marca.
Uma identidade corporativa bem feita estabelece um senso de reconhecimento e familiaridade na mente dos clientes.

Princípios do design de marcas e logotipos

Existem três conceitos que são fundamentais no processo de desenvolvimento do branding de uma empresa – O logotipo, os símbolos e a tipografia.

Logotipo

O logo é a representação visual da identidade da marca.

É, geralmente, a primeira coisa que as pessoas veem e associam a marca, por isso, pode ter um impacto significativo na forma como a esta é reconhecida, e até mesmo no sucesso corporativo da mesma.

Um logo único e bem desenhado pode ajudar a marca a destacar-se no meio de um mercado saturado. Além de atrair potenciais clientes, ajuda a empresa a transmitir profissionalismo, credibilidade, confiança e expertise – fatores chave para o seu posicionamento no mercado.

Símbolos

Os símbolos, tal como o logotipo, são também uma representação visual de uma empresa, não baseada em textos. Os Símbolos podem ser abstratos ou literais, e são frequentemente usados em conjunto com um logotipo. Um símbolo forte reforça a identidade corporativa tornando-a mais memorável.

Tipografia

A tipografia, apesar de ser frequentemente subvalorizada, remete para o design e uso de fontes e tipos de letra no design gráfico. Escolher o tipo mais coeso e eficaz de letra pode ser crítico para a criação de uma identidade de marca. Diferentes tipos de letra transmitem diferentes emoções, por isso, ajudam a criar o estilo e a personalidade da marca.

Agora que já sabes o básico, veja agora a nossa lista com os melhores livros sobre design de logotipos

TOP 7 Livros de Design Gráfico para Iniciantes

1. Logo Modernism de Jens Müller and Julius Wiedemann

Apesar de pesar um pouco na carteira, é um essencial para designer gráficos e para aqueles que procuram iniciar uma carreira na área. Definitivamente vale a pena o investimento.

Focado em descrever ideias modernistas, o livro conta com uma vasta coleção de quase 6000 logotipos – entre galerias de arte e marcas de roupa, companhias aéreas e outros gigantes do mercado, todos servem como um material prático para inspiração.

Além de ser uma fonte sem preço quando se trata de ilustrações e logotipos, o manual conta com 8 caso de estudos exclusivos que explicam, com detalhes, algumas das maiores e mais memoráveis campanhas publicitárias.

É a perfeita demonstração de uma das crenças mais populares no design – uma marca bem feita, é atemporal. “Menos é Mais” é o lema do livro – a maior parte dos logos contidos nele são feitos de formas e padrões geométricos, uma mistura de triângulos, círculos e outras formas simples.

Com grande mestria, Logo Modernism parece querer mostrar que um logo não precisa de ser complexo para ser eficaz. Por isso, acaba por funcionar como uma grande ferramenta de estudo, ideal para aqueles que estão a começar.

2. Principles of Two-dimensional Design de Wucius Wong

Essencialmente, um guia de design gráfico para totós.

Neste livro, Wucius Wong apresenta-nos a essência, a forma mais primitiva do design gráfico – a arte de planear e executar ideias e experiências através de texto e elementos visuais.

Focado em formas, formatos e conceitos teóricos de design, é perfeito para aqueles que estão a começar a familiarizar-se com o vocabulário e os conceitos.

Publicado na década de 80, apesar de parecer antiquado, contém todos os elementos essenciais do design 2D, com uma terminologia simples e repleto de exercícios. É o equilíbrio ideal entre prático e teórico.

O manual cobre tudo desde a estrutura ao contraste, ao espaço e as proporções– tudo enquanto explica o que é o design, e como este só é útil quando prático e funcional.

“His creations should not only try to be aesthetic but also functional, while reflecting or guiding the taste of the time”.

3. Symbol: The Reference Guide to Abstract and Figurative Trademarks de Angus Hyland and Steven Bateman

Na maior parte das campanhas e estratégias de marca, os símbolossão essenciais. Esse livro examina e relata a linguagem visualdos símbolos no que toca ao do seu componente mais fundamental: a forma

Com uma incrível coleção de mais 1300 símbolos de todo o mundo, está dividido em diferentes categorias, de acordo com a identidade visual e outras características.

Uma vez que o conteúdo é, em sua maior parte, descrito por imagens, é fácil de interpretar e perceber independentemente da sua língua materna. Serve também como um ótimo material para estudo, ou simplesmente para inspiração.

4. Logotype: The reference guide to logotypes, monograms and text-based marks de Michael Evamy

É um conjunto e adição essencial ao livro mencionado anteriormente. Logotype contém alguns dos Designers e logos mais marcantes do mundo. O livro, tem uma secção exclusiva para um elemento frequentemente subvalorizado no design de logos e gráfico – a Tipografia.

Com uma secção inteira dedicada as fontes e a estética,a dar exemplos, ilustrações, e breves descriçõesque são leves e didáticas,rápidas e fáceis de ler. É outro livro fundamental para aqueles a começar a desenvolver a identidade de uma marca.

O resto do manual contém outros aspetos e exemplos de design de logotipo,mas é ideal principalmente para os iniciantes que apreciam e valorizam uma tipografia bem desenvolvida.

5. Letters As Symbols de Paul Ibou and Christophe De Pelsemaker

No mundo do design, como mencionado previamente, ouvimos constantemente que“menos é mais”.

Existem muitos bons exemplos que ilustram o porquê de a simplicidade ser chave ao criar a identidade visual corporativa de uma marca, e muitos deles podem ser encontrados nesse livro.

Letters as symbols contém uma seleção global de símbolos, logos e marcas registadas, cuidadosamente e lindamente apresentadas são enorme livro de capa dura. Cada secção e logo são baseados numa letra do alfabeto latim (de A a Z), tendo resultado numa excelente fonte de pesquisa e inspiração parara artistas, designers e todos aqueles que querem começar, a desenhar logotipos.

6. Japanese Optical and Geometrical Art de Hajime Ouchi

Este livro contém mais de 740 designs, com as aplicações geométricas mais atrativas e geniais feitas até hoje.

Com um conjunto complexo de círculos, pontos, quadrados, elipses, linhas, ângulos e alfabetos completos, que mostra uma infinitude de equilíbrio, assimetria, repetição, harmonia e exatidão matemática.

É ideal para fazer exercícios e aos poucos começar a montar as suas próprias formas e figuras. Assim como os outros, serve também como inspiração e material de pesquisa para aqueles interessados em OpArt.

7. Logo Design: Global Brands de Julius Wiedemann

Último mas não menos importante,logo design é uma compilação perfeita das identidades corporativas mais conhecidas no mundo, e uma ilustração lúdica de como, num contexto global, cada vez mais símbolos transmitem transparência, credibilidade, qualidade e confiança.

Disponível em inglês, francês e alemão, o manual mostra as campanhas corporativas mais brilhantes – do google e coca-cola, até à Barbie, o manual explica e descreve como textos, tipografia, imagens, símbolos e ideias são condensados em diferentes marcas.

“Nenhum designer gráfico pode trabalhar sem esse livro” Borse am Sonntag, Frankfurt am Main

Conclusão

Enquanto qualquer um pode aprender os princípios e ferramentas do design gráfico, ser um designer gráfico qualificado e profissional requer muito além de apenas competências técnicas. Um designer gráfico tem de ter um bom olho para design, um forte senso de estética visual, e um profundo entendimento de como os elementos funcionam e se encaixam uns nos outros para comunicar uma mensagem com eficácia.

Além disso, um designer gráfico tem de ser criativo, flexível e capaz de arranjar soluções, resolver problemas com design. É preciso compreender as necessidades dos clientes ou da audiência, e criar projetos que atendam a todas essas necessidades, enquanto se transmite a mensagem pretendida.

Portanto, qualquer um pode tentar a sua sorte com design gráfico, mas leva tempo, dedicação e imensa prática para se que se torne um designer qualificado.

Por que não tentar?

PT